Cultura, Curiosidades, Gastronomia

8 de dezembro de 2015

Bandeiras nacionais feitas de comida

Tags:, , , ,

Foto: divulgação

 

Nada mais legal do que usar a criatividade na hora da comida. Mas para alguns, o nível é bem diferente. Para promover o Sydney International Food Festival a agência de publicidade WHYBIN\TBWA ilustrou 18 bandeiras nacionais utilizando as comidas típicas de cada país.

Para preparar, nada mais que pratos brancos e alimentos, que dão vida com suas cores e traz beleza às versões alimentícias das bandeiras. Confira abaixo a coleção:

Austrália

Austrália

Torta de carne e molho:

A “meat pie”, ou “torta de carne”, é considerada um ícone da Austrália e da Nova Zelândia.
A história da torta de carne é um pouco oculta, com muitos países reivindicando sua criação. Acredita-se que as primeiras tortas de carne tenham sido feitas na Grécia Antiga. Eram as chamadas “Artocreas”, uma simples massa, na qual se colocava carne cozida.
Os antigos romanos deram um passo adiante, com uma massa inferior e outra superior.
Os franceses acreditam que a torta é o seu bolinho recheado, um prato quase exclusivo à nobreza.
As tortas de carne faziam parte da cozinha inglesa desde os tempos medievais, quando a massa moldada era recheada de carne cozida. Houve também uma torta de peixe preparada na Inglaterra para a Quaresma.
Quase todos os países do mundo tem a sua própria versão da “torta de carne”. No Brasil tem Empadas, em Chipre tem Bourekias e na Polônia tem Pierogis.

A receita é superfácil.

Brasil

Brasil

Folha de bananeira, limão, abacaxi e maracujá.

 

China

China

Fruta do dragão e carambola:

Pitaia, ou fruta do dragão, são nativas de regiões da América Central e México, também cultivadas em Israel, no Brasil e na China. São ricas em fibras e mineirais, principalmente zinco e ferro.

Já a carambola é originária da Índia, porém muito famosa na China. São ricas em sais minerais e vitaminas A e C.

 

Coréia do Sul

Coréia do Sul

Kimbap e molhos:

Conhecido como “sushi” coreano, o Kimbap é uma das comidas mais baratas do país e bastante prática, até sendo considerada como fast food, sendo vendido como o sushi aqui nos grandes mercados.

Confira a receita.

 

Espanha

Espanha

Chouriço e arroz:

O chouriço ​​espanhol, ou chorizo, é oficialmente feito de carne e gordura de porco, temperado com páprica defumada (pimentón) e sal. É geralmente classificado como em picante ou dulce (doce), dependendo do tipo de páprica usada. Há centenas de variedades regionais de chouriço ​​espanhol, tanto defumado como curado ao ar, podendo conter alho e outros condimentos.

Existem variedades duras e macias, curtos ou longos; as variedades mais magras são adequadas para serem comidas à temperatura ambiente como aperitivo ou tapas, enquanto que as versões mais gordas são geralmente usadas ​​para cozinhar. Uma regra comum é que os chouriços longos e finos são adocicados enquanto que os curtos são picantes, embora isso nem sempre seja o caso.

 

Estados Unidos

Estados Unidos da América

Cachorro-quente, ketchup e mostarda: Cachorro-quente = pão e salsicha, e só.

 

França

França

Queijo azul, queijo brie e uvas

De acordo com a lenda, certo dia um fabricante de queijos deixou um de seus queijos, em uma dessas cavernas, próximo à metade de um pão que ele havia comido. Quando o fabricante retornou à caverna, o pão havia mofado, e este mofo, aliado à umidade da caverna, foi transferido ao queijo, dando origem ao primeiro queijo azul.
Atualmente o queijo azul é produzido com leite de vaca, ovelha ou cabra, e seu processo de maturação é realizado através da injeção de culturas do fungo Penicillium no queijo. O desenvolvimento do fungo no queijo faz com que o mesmo apresente ‘veias’ de mofo, que podem ter a coloração azul, verde ou até mesmo preta. O mofo também transfere ao queijo um sabor único e textura diferenciada.
Diversas são as variedades e tipos de queijos azul nos dias de hoje, sendo um dos mais conhecidos e renomados internacionalmente é o Roquefort, queijo de origem francesa.

Os chamados brie são uma importante família de queijos de pasta mole e crosta branca, originários da região de Brie, na França.

Grécia

Grécia

Azeitonas e queijo feta:

Feta, também grafado fetta, é um queijo coalhado típico da Grécia, feito tradicionalmente com leite de cabra e de ovelha. A partir de 2005 o feta passou a ser uma denominação de origem controlada na União Europeia, e definido como tendo pelo menos 70% de leite de ovelha, com o restante de cabra. Fora da União Europeia, queijos vendidos normalmente como ‘feta’ podem incluir até mesmo leite de vaca, ou mesmo ser inteiramente feito dele.

O feta é um queijo envelhecido, habitualmente produzido em blocos, com uma textura levemente granulada. É servido como queijo de mesa, assim como em saladas, empadas, tortas e outros alimentos assados, em especial aqueles com massas folhadas – como o spanakopita (“torta de espinafre”) e tyropita (“torta de queijo”).

 

Índia

Índia

Curry de frango, arroz, cheera thoran e papadum wafer:

O curry é uma mistura de especiarias muito utilizada na culinária de países como Índia, Tailândia e alguns outros países asiáticos.

 Existem caris que chegam a levar setenta plantas diferentes. Inicialmente, o caril servia para temperar exclusivamente o arroz, mas atualmente é usado para a confecção de inúmeras receitas, como o frango de curry e outras.

O Cheera Thoran (receita em inglês) parece uma salada, com espinafre e outros temperos.

Papadum wafer (receita em inglês) é uma massa fina, que pode ser frita ou assada, que é ótimo acompanhamento do curry.

Indonésia

Indonésia

Curry apimentado e arroz:

Assim como a Índia, a Indonésia utiliza muito do curry em sua culinária.

 

Itália

Itália

Manjericão, massa e tomates:

Manjericão é originário da Ásia, mas domina boa parte das refeições dos italianos, principalmente em sua pizza mais famosa: Pizza Margherita.

A massa, ou pasta, é algo também muito presente no cotidiano do país. São compradas pastas frescas nos mercados.

 

Japão

Japão

Atum e arroz

A comida mais típica do país. A cozinha japonesa é conhecida por dar importância à sazonalidade dos alimentos, qualidade dos ingredientes e apresentação. A refeição é dominada pelo arroz branco, e qualquer outro prato servido durante uma refeição – peixe, carne, legumes, conservas – é considerado como um acompanhamento.

Líbano

Líbano

Tomate, pão pita e salsa:

Pita, ou pão sírio (ou até mesmo pão árabe), é um pão de trigo tipo “envelope”, um pão folha que pode ser recheado e consumido como uma sanduíche.

 

Reino Unido

Reino Unido

Scone, creme de leite e geleia:

O scone é um pão rápido de origem escocesa e muito popular no Reino Unido, assim como nos Estados Unidos, Canadá, Austrália, Nova Zelândia e Irlanda. Seu principal diferencial é que a manteiga que é adicionada deve ficar em pequenos pedaços, dando uma textura distinta.

Suíça

suíça

Charcuteries e queijo suíço:

Charcuterie é um ramo alimentício especializado em carne de porco curada: bacon, presuntos e salsichas ficam à venda em vitrines refrigeradas.

O queijo suíço é o típico queijo amarelo todo esburacado feito totalmente artesanal, e Gruyère é o queijo mais famoso e vendido no país.

 

Tailândia

Tailândia

Molho sweet chili , coco ralado e caranguejo azul.

A origem do molho sweet chilli é provavelmente tailandesa, por ser uma culinária que utiliza muito o recurso agridoce em seus pratos, porém ainda não foi comprovada sua origem, por não ter referências.

Turquia

Turquia

Turkish Delight

Aqui no Brasil é conhecido por manjar turco. Tradicionalmente conhecido como LoKum, é um das sobremesas bem antigas, mas que na forma que a conhecemos data de pelo menos 235 anos. Há várias histórias que cercam sua origem.

Vietnã

Vietnã

Rambutan, lichia e carambola:

Frutas de origem oriental, Rambutan e Lichia são da mesma família de fruta, com aparência semelhante, gosto semelhante, apenas se diferencia da lichia por ser “cabeluda”, que deu origem ao nome da fruta. Com seu valor nutricional, o rambutan pode ajudar a combater o stress e reforçar o sistema imunológico, graças à vitamina c e o magnésio. Ainda contém vitaminas do complexo B, principalmente B3 e ácido fólico, que melhoram a saúde digestiva e da pele.

Fonte: http://www.thisismarvelous.com/
Receba Nossas Novidades
Nós respeitamos sua privacidade

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Show Buttons
Hide Buttons
error: Content is protected !!