Cultura

24 de fevereiro de 2017

A escuridão e os encantos de Svalbard

Tags:, , ,

O arquipélago de Svalbard fica localizado no Oceano Ártico, a meio caminho entre a Noruega continental e o Polo Norte. A maior ilha é chamada de , seguido por Nordaustlandet e Edgeøya. Esse lugar isolado abriga gigantescas geleiras, icebergs e é onde a noite parece ser interminável no inverno e onde os longos dias de verão tornam esse lugar mágico. Esse é um das últimas grandes regiões selvagens da Europa e é também lar de mais ursos polares do que pessoas.

Como Svalbard está localizado ao norte do Círculo Polar Ártico, as pessoas experienciam o sol da meia-noite no verão e a noite polar no inverno. Mais ao norte, o sol da meia-noite dura 99 dias e a noite polar dura 84 dias. Em Longyearbyen, o sol da meia-noite dura de 20 de abril até 23 de agosto, e a noite polar dura de 26 outubro a 15 fevereiro.

A escuridão e os encantos de Svalbard

Habitar qualquer lugar desse arquipélago pode ser um desafio, que muito provavelmente não topariam ou mesmo aguentariam, pois não é fácil viver com longos períodos de escuridão. Na maior e única ilha habitada, Spitsbergen, as pessoas não vêem o sol por quatro meses. Durante este tempo desafiador, os residentes esperam ansiosos pelo mês de março, quando o sol finalmente aparece acima do horizonte outra vez.

A população de Spitsbergen está constantemente mudando, com a maioria das pessoas se mudando para lá por apenas alguns anos para trabalhar no turismo, em minas de carvão ou como pesquisadores. Devido ao isolamento, as mulheres não estão autorizadas a dar à luz na ilha, e as pessoas devem sair quando atingem a idade de se aposentar. O que resta é uma sociedade em sua maioria jovem, saudável e vibrante.

A escuridão e os encantos de Svalbard

Há um ditado por lá que diz que Svalbard tem cinco estações: primavera, verão, outono e, em seguida, dois invernos, o inverno escuro e o claro. O inverno escuro (noite polar) é quando o sol não aparece, que é seguido por um período de crepúsculo em fevereiro e início de março. Este segundo inverno é o favorito para muitas pessoas na ilha. As cores do céu e da paisagem podem mudar a cada hora e parece que o sol pode aparecer acima do horizonte a qualquer minuto. Mas não. É apenas uma provocação que dura semanas.

Mas nem só de escuridão e isolamento vive a ilha. Durante as noites polares, tudo fica completamente escuro sem a luz da lua. Não se consegue ver 1 metro a frente. Mas a vida acontece dentro das casas e cabanas. No verão é completamente oposto, o sol fica girando no céu por 24 horas, tornando tudo mais agradável.

A escuridão e os encantos de Svalbard

Aqueles que querem var o sol antes de todos devem subir até o pico das montanhas mais altas, o que pode demorar algumas horas dependendo das condições climáticas, mas os que o fazem dizem que ver os primeiros raios de sol é uma experiência única e emocionante.

Com toda certeza viver em um local tão isolado e frio não é tarefa fácil, mas também a oportunidade de ver a natureza intocada, animais selvagens e paisagens impressionantes será inesquecível. Um lugar como esse nos faz apreciar os pequenos momentos e repensar nossa existência.

Gostou de saber um pouco mais sobre o arquipélago Svalbard? Você já foi para um local extremo? Deixe nos comentários e compartilhe sua experiência.

 

Receba Nossas Novidades
Nós respeitamos sua privacidade

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Show Buttons
Hide Buttons
error: Content is protected !!