Lifestyle

4 de março de 2017

Marrocos: Roteiro além do óbvio

Tags:, ,

Quando você for ao Marrocos, vá além do turismo óbvio de cruzar o deserto a camelo e acampar durante uma noite por lá: existem tantas coisas que podem ser feitas pelo país e que, de um jeito ou de outro, você também vai conseguir cruzar o deserto a camelo e acampar.

O Marrocos está localizado ao noroeste do continente africano e é banhado pelos oceanos Mediterrâneo e Atlântico. Ele faz fronteira marítima com a Espanha e Gilbratar, além de fazer fronteira terrestre com a Espanha, Argélia e Mauritânia.

Assim como outros países africanos, o Marrocos foi dominado por nações europeias até o século VIII, quando os árabes conquistaram a região, trouxeram o Islã e fundaram o Emirado de Necor. Foi no século XV que espanhóis e portugueses começaram a dominar o Marrocos, conquistando o litoral e indo para o interior.

De certa forma, a conquista do Marrocos está ligada com a história do Brasil, já que os portos portugueses eram utilizados como paradas na rota do Brasil e também dos navios que voltavam da Índia.

Em 1661, Portugal cede parte do seu território no Marrocos para a Inglaterra, como dote da rainha Catarina de Bragança a seu marido, o rei Carlos II da Inglaterra. Em 1904, é a vez da Inglaterra passar parte do seu território para a França.

Assim, 4 países europeus tinham parte do Marrocos para si. O território se tornou importante principalmente durante a Segunda Guerra Mundial, com cidades como Casablanca se transformando em um importante local de troca de informações e de posicionamento estratégico de exércitos.

Foi só em 1956 que o Marrocos ganhou a sua independência e se transformou numa monarquia. A histórica política do país é bem conturbada, repleta de golpes de estado onde se pretendia implementar uma Constituição que possibilitasse o desenvolvimento econômico e político do país. Hoje uma monarquia constitucional, o Marrocos ainda tem um longo caminho pela frente.

O Marrocos também tem uma grande importância econômica no mundo, sendo o maior exportador de fosfato e equipamentos petrolíferos. Ele é um país emergente e luta para manter um bom índice de desenvolvimento humano. Isso se dá pelo investimento e incentivo em setores como alimentos, têxtil, artigos de couro, adubo e turismo, que vem crescendo muito nos últimos anos, especialmente com o aumento de turistas portugueses, espanhóis, franceses, norte-americanos e alemães.

O turismo marroquino é bem demarcado, assim como a cultura presente na gastronomia, arquitetura e no artesanato. Ah, e uma dica: se você for ao Marrocos e comprar uma coisa ou outra, não deixe de negociar com o vendedor. Esse hábito faz parte da cultura marroquina e você pode até parecer um pouco arrogante se não discutir o preço com o vendedor.

Como falamos no início deste texto, é possível sim fazer um turismo ao Marrocos fugindo do óbvio. Por isso, separamos 5 destinos que você pode conhecer e aproveitar para desfrutar de uma cultura diferente e guardar memórias incríveis. Vamos começar?

Cordilheira do Atlas

Marrocos: Roteiro além do óbvio

A Cordilheira do Atlas é uma cadeia de montanhas que se estende por 2400 km no noroeste da África. Marrocos, Argélia e Tunísia são os países cortados por esse monumento natural, que atrai não só montanhistas, mas curiosos e aqueles que estão dispostos a ter um pouco de aventura.

As montanhas separam as terras costeiras dos mares Mediterrâneo e Atlântico do deserto do Saara, tendo um importante papel como regulador de climas e paisagem. A população local é chamada de berberes, que exercem basicamente a atividade de pastores.

No Marrocos, o Atlas se divide em três partes: o Atlas Médico, cujo pico tem 3.356 metros de altura; o Alto Atlas, com 4.167 metros; e o Anti-Atlas, com 3.304 metros.

O turismo para a Cordilheira do Atlas pode ser feito de duas maneiras: através de um guia, que leva para uma visita de um dia e realiza uma trilha com jipe, levando os turistas também para conhecer a casa dos berberes e alguns costumes mais rústicos; ou, de forma mais radical, escalando e acampando na montanha. O importante é pegar o máximo de informações possível e contar com o apoio de um guia.

Jardim Majorelle

Marrocos: Roteiro além do óbvio

Inaugurado em 1931, o Jardim Majorelle é um jardim botânico inspirado nos jardins islâmicos. Localizado no centro de Marraquexe, trata-se de um lugar de visual impressionante, com uma arquitetura memorável e um paisagismo impecável.

O Jardim foi projetado pelo pintor francês Jacques Majorelle, que comprou o terreno onde hoje se localiza o Jardim em 1922. Ao longo dos anos ele foi realizando construções que evocam a arquitetura marroquina e islâmica e criando um jardim com plantas exóticas de todo o mundo e que atraem diversas espécies de pássaros.

Em 1980, o Jardim Majorelle foi comprado por Yves Saint Laurent e Pierre Bergé, que mantém o local em funcionamento e ainda criaram o Museu da Cultura Berbere a partir da criação da Fundação Jardim Majorelle, uma subsidiária da Fundação Pierre Bergé – Yves Saint Laurent.

Recebendo mais de 600.000 visitantes por ano, o Jardim Majorelle é um verdadeiro oásis em Marraquexe, trazendo sensações e possibilitando imagens extraordinárias com a mistura de cores e formas das plantas e da arquitetura local.

Jbel Toubkal

Marrocos: Roteiro além do óbvio

Jbel Toubkal é uma montanha localizada ao sudeste do Marrocos e o pico mais alto do país, com 4.167 metros de altitude. Ela fica a 63 km de Marraquexe e faz parte do Parque Nacional de Toubkal.

E por que Jbel Toubkal é um ponto turístico? Para os aventureiros, é uma pedida e tanto: é possível realizar a ascensão com facilidade e se deparar com uma natureza impressionante. Não é preciso ter muita prática no montanhismo, mas o preparo físico e os equipamentos um pouco mais adequados são essenciais, principalmente vestes a prova de vento e machados quebra-gelo.

É possível subir a montanha em dois dias: no primeiro, chega-se até o refúgio, que seria o meio da montanha e que pode ser alcançado com uma ascensão de 7 horas sem a ajuda de mulas; e no outro dia chega-se ao cume em 5 horas. O regresso para a Vila de Imlil, que fica ao pé da montanha, também se dá por 5 horas.

E aí, achou interessante esse destino? Ou é muito aventureiro para você?

Cascatas de Ouzoud

Marrocos: Roteiro além do óbvio

Está vendo como é possível ir além dos desertos no Marrocos? Um outro ponto turístico impressionante e que você vai ficar falando “não é possível que isso esteja na África” são as Cascatas de Ouzoud.

Localizadas no Parque Nacional do Alto Atlas Ocidental, a 150 km de Marraquexe, trata-se de um conjunto de quedas d’água de 100 metros de altura. As cascatas são as mais espetaculares do Marrocos e possuem uma piscina natural, que atrai turistas por estar num ambiente envolvente e luxuriante, repleto de verde e oliveiras.

Aliás, uma curiosidade: ouzoud significa “azeitona” em língua berbere. E uma outra curiosidade: as cascatas não são naturais, já que o curso d’água do rio Wadi el-Abid foi modificado para mover moinhos, criando essas quedas d’água incríveis!

E o melhor é você pode estar nesse lugar e ver macacos de Gibraltar, que é uma espécie ameaçada e que está protegida dentro do Parque. Só tome cuidado para eles não roubarem suas coisas – esses bichinhos são bem curiosos e arteiros!

Jardins de Menara

Marrocos: Roteiro além do óbvio

Finalmente, o último destino da nossa lista são os Jardins de Menara. Localizado próximo a Marraquexe e próximo ao sopé da Cordilheira do Alto Atlas, os Jardins foram criados pelo califa Abd al-Mu’min em 1130.

Os Jardins são constituídos de um belíssimo pavilhão com telhado verde piramidal e que funciona como centro do local. Essa construção foi refeita em 1869, que costumava utilizar Menara como a sua casa de verão.

Ao longo dos Jardins é possível encontrar pomares e oliveiras, que circundam um lago artificial, alimentado por um sistema primitivo das águas que vem das montanhas. A mistura entre a arquitetura medieval e a natureza trazem um visual incrível e de tirar o fôlego.

E aí, agora esse outro lado do Marrocos também está na sua lista de destinos?

Receba Nossas Novidades
Nós respeitamos sua privacidade

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Show Buttons
Hide Buttons
error: Content is protected !!