Lifestyle

23 de março de 2017

A gastronomia transcontinental da Indonésia

Tags:,

A Indonésia está localizada entre a Austrália e o sudeste asiático, sendo considerada uma nação transcontinental, e é o maior arquipélago do mundo (para quem não sabe, arquipélago é um conjunto de ilhas):  esse país abriga 17.508 ilhas, entre elas as Ilhas de Sonda e a metade ocidental da Nova Guiné.

As fronteiras da Indonésia também são extremamente diferentes: na parte terrestre, ela se encontra com a Malásia, Timor Leste e Papua Nova Guiné; já na parte marítima, a Indonésia faz fronteira com as Filipinas, Malásia, Singapura, Palau, Austrália e os estados indianos de Andaman e Nicobar.

Muitos conhecem a Indonésia pelas suas praias paradisíacas e destinos exóticos. Porém, este país vai muito além e possui uma história e uma cultura que são impressionantes e extremamente marcantes. O mesmo se pode dizer da sua gastronomia, que tem aspectos particulares e recebeu influência de vários países e diferentes culturas.

Neste artigo, vamos contar um pouco da história da Indonésia e apresentar os pratos principais deste país que vai muito além das riquezas naturais.

Uma breve história da Indonésia

A história da Indonésia é antiga, e envolve povos primitivos que migraram para ilhas vizinhas ou vieram de locais próximos. Estudos históricos mostram que, por volta de 2.000 a.C., um povo chamado austronésio chegaram à Indonésia e expandiram o seu território para as ilhas vizinhas.

Indonesia
Foto: Jimmy Nelson

No começo, as principais atividades realizadas na Indonésia era a agricultura, com o arroz sendo o principal grão cultivado. Não demorou muito para que vilas virassem aldeias, que viravam reinos. A expansão era grande e a Indonésia se tornou um importante polo econômico, principalmente quando estabeleceu relações comerciais com a China e a Índia.

A Indonésia possui uma cultura que mescla o budismo, o hinduísmo e o islamismo. As tradições foram lentamente adentrando no estilo de vida do país e moldaram não só os costumes, como também a política e as estratégias econômicas.

Os europeus chegaram à Indonésia no século XVI. Os primeiros a realizar programas de colonização foram os portugueses, que procuravam monopolizar o comércio de especiarias. No século seguinte, os holandeses também se estabeleceram na região através da Companhia Holandesa das Índias Orientais. Foram os holandeses que se fortaleceram e dominaram praticamente quase toda a zona costeira do país.

A Indonésia foi uma colônia até o começo do século XX, quando rebeliões e revoltas ganharam força e os holandeses não foram mais capazes de lutar. Foi só em 1949 – depois de uma invasão japonesa, que aconteceu logo depois do término da 2ª Guerra Mundial – que a Indonésia conseguiu a sua independência.

Depois desse período, um governo comunista e golpes militares moldaram a história moderna da Indonésia. Lutas sangrentas, conflitos entre grupos extremos e muita rigidez política foi o palco para um país que demorava a se desenvolver. Foi só em 2004 que o primeiro presidente foi eleito democraticamente.

Não demorou muito para que as maravilhas da Indonésia se tornassem apreciadas pelo grande público, que colocou o país como um destino sem igual quando falamos de belezas naturais. A flora e a fauna da Indonésia são únicas, e muitas ilhas possuem espécies endêmicas (que só existem naquele lugar), o que torna a experiência de turismo ainda mais incrível e memorável.

A cultura da Indonésia

A cultura da Indonésia é extremamente rica pois a população do país é formada por 300 grupos étnicos diferentes, que possuem identidades culturais que foram moldadas ao longo de séculos e receberam diversas influências externas, como de indianos, árabes, chineses e europeus.

Por exemplo, as danças tradicionais de Java e Bali possuem diferentes aspectos da cultura e mitologia dos hindus. Os wayang kulit, que são os fantoches de sombra, é um exemplo de como essa mescla de culturas é capaz de criar um universo tão rico e repleto de detalhes.

Gastronomia na Indonesia
Fantoches wayang kulit

Tanto que a parte têxtil, de roupas, música e arquitetura também são influenciadas por esse mescla de cultura oriental e ocidental. O mais comum é você ver traços indianos, chineses e árabes misturados com estilos europeus.

A gastronomia da Indonésia

A gastronomia da Indonésia não poderia ser diferente: ingredientes e receitas chinesas, árabes, indianos e europeias estão presentes na culinária local. O principal alimento da Indonésia é o arroz, que está presente em praticamente todas as refeições e é servido com alguma carne, como peixe ou frango, e legumes. Além disso, todo o cardápio indonésio leva especiarias, como a pimenta e leite de coco, trazendo um sabor e uma textura única para a comida.

Separamos cinco pratos que são extremamente comuns na Indonésia e que você não pode deixar de experimentar durante a sua viagem ou em um restaurante indonésio na sua cidade. O bom de poder conhecer o mundo está justamente na possibilidade de se abrir para diferentes culturas, conhecendo e saboreando o novo. Vamos lá?

Nasi goreng

gastronomia transcontinental da Indonésia

Trata-se de um arroz frito, temperado com especiarias e um molho levemente picante, e misturado com vegetais e uma carne, que pode ser frango ou camarão. Normalmente, esse prato é servido com um ovo frito por cima. Ele não é muito diferente do que estamos acostumados a comer no Brasil e é uma boa pedida para os que não possuem um paladar tão fácil de se agradar.

Ikan bakar

gastronomia transcontinental da Indonésia

O ikan bakar é um peixe grelhado delicioso e extremamente comum nas regiões litorâneas, como em Jimbaran. O ikan bakar é servido com uma salada e é temperado com um molho meio apimentado – mas nada que não seja similar à nossa comida brasileira.

Gado-gado

gastronomia transcontinental da Indonésia

Você já imaginou misturar ovos cozidos, vegetais, tofu, salgadinho de peixe e molho de amendoim e regar tudo isso com um tempero bem definido e meio picante? O gado-gado é uma salada da Indonésia extremamente popular e que não servem como uma entrada, levando em consideração as saladas brasileiras: é um prato único e que alimenta muito bem!

Mie goreng

gastronomia transcontinental da Indonésia

O mie goreng é um prato que todo turista que vai à Indonésia deveria conhecer. Trata-se de um macarrão que leva vegetais e carnes, que pode ser bovina ou camarão. Dependendo da carne, o tempero é diferente: algumas receitas levam molho de soja, outras apresentam um tempero mais adocicado e apimentado. O mie goreng é um prato extremamente tradicional e popular, e você encontra praticamente em todos os restaurantes de Bali e de outras cidades da Indonésia.

Frango satay

gastronomia transcontinental da Indonésia

O frango satay também é um prato extremamente comum, principalmente nas cidades que não tem ligação com o mar. Isso você deve colocar na cabeça: se você estiver numa região litorânea, provavelmente vai encontrar com mais facilidade pratos que levem peixe ou frutos do mar, enquanto que no interior você encontra pratos que levem outros tipos de carne, como frango e porco.

O frango satay é servido com arroz e vegetais e é temperado com um molho de amendoim, que é adocicado e traz um sabor único para o prato.

Uma variedade sem fim!

Como comentamos, a cultura da Indonésia é repleta de misturas e muitas influências. Isso faz com que cada prato seja único e a gastronomia local seja extremamente diversificada. O mais interessante de uma viagem é poder se deparar com diferentes culturas e sabores e levar isso para casa. Por isso, se você está planejando uma viagem para a Indonésia, não deixe de experimentar essas opções que listamos aqui: além de entrar em contato direto com a cultura local, você estará aproveitando ao máximo a sua viagem e ganhando algo que nada pode tirar – a memória de ter uma experiência única e própria.

Receba Nossas Novidades
Nós respeitamos sua privacidade

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Show Buttons
Hide Buttons
error: Content is protected !!