Curiosidades, Intercâmbio, Notícias

26 de julho de 2017

Após 30 anos, ex-intercambista refaz fotos de viagem

Tags:, , , ,

A american Lisa Werner foi intercambista na Europa em 1987 e, trinta anos depois, revisitou locais de sua viagem de estudos e refez as fotos que tirou na juventude (Foto: Arquivo pessoal/Lisa Werner)

A fotógrafa americana Lisa Werner, de 57 anos, decidiu reviver uma viagem de intercâmbio feita em 1987, posando para fotos nos mesmos locais da Europa pelos quais passou. Na época, ela deixou a família para trás na Califórnia e passou nove meses na Alemanha com o objetivo de aprender uma nova língua e uma nova cultura. Trinta anos depois, ela aproveitou uma visita à Europa e refez seus próprios passos do século passado, registrando fotos nos mesmos locais percorridos em sua época de estudante. Lisa reuniu as fotos do antes e do depois em um vídeo publicado no YouTube, que já teve mais de 95 mil visualizações.

Quando embarcou na Califórnia a caminho da cidade de Darmstadt, na Alemanha, em 1987, Lisa tinha 27 anos e nunca antes havia saído dos Estados Unidos, segundo ela contou em entrevista ao G1.

“Quando me formei na faculdade, eu tinha que pagar as dívidas do financiamento estudantil. Eu nunca tinha saído dos Estados Unidos, nem para o México, que era perto, ou para o Canadá. Eu queria aprender uma segunda língua e cultura. Como parte da minha ascendência é alemã, eu escolhi a Alemanha”, explicou Lisa. “Precisei viver modestamente e guardei dinheiro durante anos para pagar minhas dívidas antes de poder viajar.”

A americana Lisa Werner só conseguiu fazer uma viagem internacional pela primeira vez aos 27 anos, durante um intercâmbio; trinta anos depois, ela refez a viagem e recriou suas fotos antigas (Foto: Arquivo pessoal/Lisa Werner)

Treze fotos refeitas

Na Alemanha, ela estudou alemão em uma faculdade local, mas aproveitou os nove meses que passou no intercâmbio para visitar novos lugares. A oportunidade de refazer parte das viagens pela Europa surgiu em julho de 2017, quando ela acompanhou seu irmão e a sobrinha enquanto eles viajaram de bicicleta ao longo do rio Reno, que vai da Suíça aos Países Baixos.

Ela acabou digitalizando 13 fotos de sua viagem, tiradas em cinco cidades de dois países diferentes, com o intuito de recriá-las. Lisa afirma não ter tido problemas em reencontrar os locais em que as imagens haviam sido feitas na década de 1980. “Me arrependi de não ter escaneado mais fotos”, lembra.

Em alguns casos, os locais praticamente não sofreram alterações, como este mural em Estrasburgo, na França:

A foto acima mostra Lisa Werner em Estrasburgo, na França, em 1987; abaixo, a mesma Lisa volta ao mesmo local trinta anos depois (Foto: Arquivo pessoal/Lisa Werner)

Mas nem sempre foi fácil seguir na empreitada. Em Heidelberg, cidade alemã, por exemplo, ela afirmou que precisou recrutar um grupo de estudantes que passava pelo local para que eles fizessem papeis de coadjuvantes. O motivo é que, na imagem original, em uma ponte sobre o rio, havia várias pessoas observando a paisagem. Já na segunda vez em que a californiana esteve lá, a ponte estava vazia:

De volta à cidade de Heldelberg, na Alemanha, Lisa Werner posa sobre a mesma ponte depois de 30 anos (Foto: Arquivo pessoal/Lisa Werner)

Vida de intercambista ficou mais fácil

Na Alemanha, Lisa participou de um programa de “au pair”: ela ficou hospedada com uma família local, e recebeu uma quantia modesta de dinheiro para ajudar nos cuidados com uma criança. “A família me pagava para levar o menino ao jardim de infância e depois trazê-lo de volta da escola.”

Lisa conta que se apegou muito à criança. “Era uma combinação perfeita, me colocaram como uma comissária de bordo e um garoto de seis anos. Eles gostavam muito de mim. Eu honestamente amava aquele garotinho. Nós esquiávamos sempre que nevava e até vestimos fantasias quando brincávamos de caubóis e índios juntos. Quando fui embora, partiu meu coração deixá-lo para trás.”

A falta de tecnologias de comunicação também fizeram aumentar sua saudade da família quando ela estava longe. “Não é para qualquer pessoa. Foi difícil ficar longe da minha família, especialmente minhas sobrinhas e sobrinhos”, lembra ela.

Porém, ela acredita que “com Skype e FaceTime, seria muito mais fácil hoje em dia”. A fotógrafa aproveitou a tecnologia para entrar em contato com uma de suas amigas da época do intercâmbio. Como a cidade onde ela viveu não está próxima da viagem que ela refez, ela convidou a amiga para encontrá-la perto do rio Reno. “Ela me encontrou em Mainz [cidade alemã] e fizemos juntas uma degustação de vinhos. Foi ótimo. Quando estávamos nos despedindo na estação de trem, ela disse ‘não espere outros trinta anos para que a gente se reveja’.”

Fotos tiradas em 1987 e 2017 por Lisa Werner mostram que a cidade de Mainz investiu em mais espaços verdes nas últimas três décadas (Foto: Arquivo pessoal/Lisa Werner)

Fonte: G1
Fotos: Divulgação/ Arquivo pessoal/ Lisa Werner

Receba Nossas Novidades
Nós respeitamos sua privacidade

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Show Buttons
Hide Buttons
error: Content is protected !!